segunda-feira , 18 dezembro 2017
yescom – meia sp 2018

Publicidade

Ínicio / Blog do Colucci / Sobre 2014 – Um ano corrido

Sobre 2014 – Um ano corrido

Obrigado 2014!!!

Domingo, 04 de Janeiro de 2015 – Feliz Ano Novo

2014 acabou, foi um ano que para muitos não começou, teve carnaval, COPA, eleições e muito deixa para depois e ACABOU.

Com as corridas, nas cidades que receberam os jogos da Copa foi aquele período parado, sem provas, só treinos e …  gols da Alemanha.

O meu 2014 teve de tudo, começou na praia, curtindo o calorão, primeira prova só no último final de semana do mês, prova diversão na difícil subida e TACALE-PAU na descida depois de uma Selfie com o Cristo, em Poços de Caldas, sempre uma prova Sensacional que não pode mais ficar de fora do calendário. Dia 25 de Janeiro de 2015 tem mais, a XXXIII edição.

Depois da Volta ao Cristo vieram provas diferentes, fora da capital, em Santo André, Limeira, Barueri, Campinas saindo um pouco da mesmice, conhecendo novas cidades, esperando a COPA para treinar rumo a Maratona do Rio.

Antes da Copa foram muitas meias maratonas, a Internacional de São Paulo, o percurso que eu mais gosto pelo local e pela dificuldade, meia da Corpore no meu aniversário, meia de Sampa que surpreendeu pelo percurso plano e muito bom sem USP ou Politécnica e a meia da Mizuno, prova muito bem organizada que pecou no zigue-zague final, nada que tire o brilho da estreia, mas que tirou o recorde de muitos com tantas idas e vindas no mesmo local.

Chegou a COPA, eu ia rodar 300km no período, surgiu o #RunTheGame da Nike, gostei da brincadeira e testei meu corpo por 40 dias correndo mais de 500kms. Curti a experiência, não curti a prorrogação que aumentou as dores no joelho e o presságio de quebra na Maratona no fim do mês.

Terminei o Run The Game em segundo lugar e conheci o limite do meu corpo, não tomei remédios, não mascarei as dores e não completei a maratona, por opção, por teimosia, por qualquer que seja o motivo, mas CURTI e muito cada km corrido ou abandonado.

O dia da Maratona chegou, larguei, corri muito bem até o km 21 com poucas dores, no km 22 ficou complicado e parei. Perdi um provável troféu, ganhei um segundo semestre sensacional com provas todos os finais de semana e o melhor, ganhei uma turma incrível de fisioterapeutas que remendaram meu joelho baleado, ganhei mais um monte de amigos que são ou foram remendados no mesmo local, ganhei mais um grupo de amigos corredores, triatletas e esportistas em geral para novas provas, baladas e aventuras na Fisionoesporte.
Obrigado Felipe e toda equipe Fisionoesporte pelo ótimo atendimento e pelas risadas.

Depois do abandono da maratona teve a Golden Four ASICS SP, provas de revezamento e em equipe, alguns pódios, a maratona mais quente e divertida da face da terra, o maior tempo correndo no ano e o mais divertido, encontrando amigos e conhecendo muitos outros.

Teve velocidade na pista com a Puma, mas esse não teve medalha nem classificação, fica na memória e não entra na estatística.

Em novembro outro recorde, o de participação em provas em um mês, foram 09(nove), com direito a duas no mesmo domingo de manhã, depois de ter corrido no sábado a noite.

No total do ano, com COPA e tudo, com abandono na maratona, foram 41 provas/medalhas e alguns troféus. Teve 01 prova de 1km, 18 provas de 5km, 02 provas de 6km, 01 de 8km, 01 de 9km, 07 de 10km, 01 de 15km, 01 de 16km, 06 de 21km, 01 de 10km + 5km na sequência, 01 de 42km e um desafio de 1 hora na esteira de madrugada totalizando quase 500kms de provas no ano.
* O abandono na maratona não entra na conta e nem teve medalha. Sem mérito, sem medalha.

Um OBRIGADO ESPECIAL aos amigos das equipes de revezamento que participei no ano e que renderam alguns troféus muito importantes. Valeu Equipe Vicent e os Sobrinhos e Fit and Furious por carregarem esse lerdinho aqui, essas provas foram os meus melhores tempos do ano, nem eu acreditei.

Os treinos do ano chegaram a 1.600 kms, depois de julho praticamente não treinei, só fiz fisioterapia e participei de provas, as provas viraram treinos e muitos novos recordes foram quebrados.

As melhores provas oficiais do ano foram, não exatamente nessa ordem, Volta ao Cristo em Poços de Caldas, Adidas Endless Run, 12hours na esteira, Rolling Stone Music e Run pelos shows e pelas Karavelles, Sesc Bom Retiro, Meia de Sampa, Track e Field Pompeia e Maratona de São Paulo onde conheci o Advil genérico. Um viva para o Ibuprofeno400!

O melhor novo equipamento do ano para correr/treinar foi o FlipBelt que deixou minhas mãos livres.

Consegui ir ao treino do Ladeiras da Penha, desafio para gente grande, sensacional.

E os treinos/provas da Corre Brasil com muitos amigos, desafios e diversão garantida na Corrida do Terror, no Desafio ao Pico, na Corrida do Milão e o simulado do santo.

Sobre tênis, testei vários, o Adidas Energy BOOST foi o mais utilizado, o Adidas Adios BOOST entrou para a lista dos TOPS. O Puma FAAS 100 me levou a novos recordes pessoais até na meia maratona, o Mizuno Sayonara gastou com muito uso, o Nike FREE 3.0 me apertou o calcanhar no começo, mas depois funcionou bem por muitos kms, as poucas rodagens do segundo semestre com o ASICS Nimbus 16 deram conforto ao joelho e o Spira Stinger 3 acelerou nas últimas provas do ano com boas marcas e muito conforto.

Fechei o ano com a aquisição do Saucony Hattory e o Nike Flyknit Racer que serão companheiros desse início de 2015. Em breve uma super atualização da seção testes, desses e muitos outros que estão na espera.

Meu BLOG mudou de nome, mudou de endereço, a nova página do Facebook( fb.com/blogerun ) em dois dias passou de 1.000 amigos curtindo, sem comprar patrocínio ou likes, saiu do webrun  e me livrei dos fakes comentaristas com perfil no facebook, novos horizontes estão se abrindo e muitas novidades virão em 2015, no último post de 2014 já tivemos uma prévia com o #BlaBlaBlaRun n° 01, e essa semana teremos novas edições, muitas outras novidades rumo a um 2015 ainda mais corrido, com mais corrida, mais diversão, muitas fotos e ótimas histórias para contar.

Meu #Ano40 começou e como sempre ouvi dizer que a Vida Começa aos 40, chegou a hora de nascer, de começar a viver.

Feliz 2015 a todos os amigos.

Amigos, porque quem tem seguidores é carro funerário, eu tenho amigos, amigos que correm, que trocam ideias, que quando necessário discutem, mas que acima de tudo, respeitam, curtem, compartilham e se divertem a cada postagem. 

Vamos com tudo que 2015 já está aí com força total, sem COPA, sem eleição, sem desculpinhas.

Siga este BLOG – adicione seu email em “Cadastre seu Email Aqui” e receba as atualizações em primeira mão. 

Inscreva-se no canal do  Youtube.

Curta a página do blog no facebook e fique por dentro de muito mais sobre corridas: fb.com/BlogeRun

Siga no Twitter @antoniocolucci e no Instagram @antoniocolucci_13
                                                                                                                        

#aisim Colucci13   

Twitter: @antoniocolucci   

Instagram:@antoniocolucci_13

Sobre Antonio Colucci

Um corredor que escreve, 'RunPorter' e Pai do Diego. Correndo desde 2004; Escrevendo desde 2007; Pai do Diego desde 2008; Maratonista desde 2009.

Veja também

36ª Volta ao Cristo Poços de Caldas 2018

Estão abertas desde o primeiro dia do mês de dezembro as inscrições para a Volta …

Um comentário

  1. Muito bom Colucci! Adoro ler seus textos e admiro muito a sua forma de viver. Espero que neste ano a gente possa se encontrar mais nesta vida corrida. Parabens por todas conquistas! Abraços.

Concorra inscrições de provas, camisetas e brindes.

Cadastre-se na nossa newsletter e saiba de tudo .

Obrigado! Foi enviado um email de confirmação para você.