sábado , 24 agosto 2019

Publicidade

Ínicio / Blog do Colucci / Corrida do Terror

Corrida do Terror

Na noite de sábado, no parque do iBirapuera em São Paulo, aconteceu uma inusitada corrida.

Corredores fantasiados de monstros, mutilados, mortos, zumbis e outras fantasias assustadoras se encontraram em frente a marquise para comemorar o aniversário de 5 anos da assessoria esportiva Corre Brasil.

Foto: Corrida Viva – Vicent Sobrinho

Segunda-feira, 10 de Novembro de 2014 
 
A corrida, como sempre, não foi simplesmente uma corrida, não bastava sair correndo e chegar na frente. As corridas da Corre Brasil sempre tem algo diferente e inovador. Dessa vez foi em revezamento, em duplas, as duplas podiam ser previamente inscritas ou sorteadas na hora.

A corrida teve aproximadamente 10,5km, ou para ser mais exato, 4 voltas no lago sem a Bienal.
O primeiro integrante da dupla tinha que dar uma volta e ao chegar entrar em um saco, pular até os obstáculos, passar por cima e por baixo e ler um trava-língua antes do outro corredor da dupla sair para sua volta.


Essa aventura de correr, pular no saco, passar pelos obstáculos e ler o trava-língua devia ser feita sem relógio, sem GPS ou qualquer tipo de marcação.
Antes da largada, as duplas tinham que PREVER em quanto tempo completariam a corrida.
A classificação das duplas foi de acordo com o acerto do tempo previsto com o realizado.

As melhores fantasias também foram premiadas.

Os poucos visitantes do parque do iBirapuera se assustavam ao dar de cara com pessoas fantasiadas correndo, mas o número de peito os aliviava um pouco. A noite estava bonita e muito agradável para correr.

Minha dupla sorteada ou escolhida a caminho do parque foi a amiga e chef Mariana Carraro, a Mari estimou o tempo dela e eu me comprometi a correr em 13 minutos cada volta e completar o percurso em 1:13 já que o 13 estava no meu número de peito, nas minhas redes sociais, na minha certidão de nascimento, no Jason, na sexta-feira, no Zagalo e nos piores sonhos de quem me adora.

O problema todo era acertar QUANDO esse tempo chegaria.

A corrida foi muito divertida, as trocas, os trava-língua, os obstáculos, a torcida, tudo muito engraçado na escuridão do parque.

Após a chegada de todos e a apuração dos tempos finais começou a premiação e a expectativa passou a ser a de ser chamado por último.

Se tem um lugar que aquela famosa frase “Os últimos serão os primeiros” passou a fazer todo o sentido, o lugar era ali. Fomos sendo esquecidos e estávamos achando isso ótimo até que só restaram duas duplas para serem chamadas, a nossa e do casal Fran e Katia.

Expectativa, brincadeiras e muita bagunça até que o professor anunciou que por 39 segundos de erro(1:13:39) nós tínhamos ficado com o segundo lugar do pódio. O casal Fran e Katia foram os grandes ganhadores da noite mais engraçada de corridas do ano.

PÓDIO – Foto: Corrida Viva – Vicent Sobrinho

Na verdade, todos os participantes saíram campeões por participarem de uma atividade tão bacana com uma turma super legal, a família Corre Brasil.
Infelizmente, não estavam todos da família presentes, mas os que foram representaram muito bem e para finalizar a noite teve Parabéns e bolo.

Parabéns prof. Augusto, Wal e todos os amigos da Corre Brasil. 

Pode separar minha vaga e inscrição para a corrida do 6° aniversário.

Confira AQUI as fotos do Vicent Sobrinho que ficaram incríveis.

Mais fotos em Facebok.com/CorridasColucci13

Chegou até aqui na leitura? Que bom! Já curtiu a Página do #BlogeRun no Facebook? 
Não? Tá esperando o que para curtir e chamar os amigos para uma curtidinha? 
Rumo aos 10.000!!! 

Curta a página do blog no facebook e fique por dentro de muito mais sobre corridas: Facebook.com/CorridasColucci13

Siga no Twitter @antoniocolucci, no Instagram @antoniocolucci_13 , no BLOGGER e YOUTUBE 

#aisim Colucci13 
    Twitter: @antoniocolucci 
 Instagram:@antoniocolucci_13

Sobre Antonio Colucci

Um corredor que escreve, 'RunPorter' e Pai do Diego. Correndo desde 2004; Escrevendo desde 2007; Pai do Diego desde 2008; Maratonista desde 2009.

Veja também

Corrida Cartoon 2019

Dia 01º de Setembro é o dia para correr bem acompanhado, correr ao lado dos …

Ínicio / Uncategorized / Corrida do terror

Corrida do terror


Momentos do terror!

Segunda-feira, 28 de Outubro Rosa de 13 – Salve São Judas Tadeu

Noite de sábado no parque do iBirapuera e ao lado da Aranha do MAM começaram a aparecer monstros calçando tênis e isso não é nada normal. Eles foram se juntando no gramado no local onde a assessoria Corre Brasil costuma treinar nos dias de semana e de repente surgiu uma mesa com guloseimas, água, sucos e números de peito.

Números de peito? Sim. Era a corrida de aniversário de 4 anos da Corre Brasil.

Pela primeira vez foi noturna, por ser em outubro, o motivo foi o Halloween e a adesão foi maciça entre alunos e amigos da assessoria.

As regras da brincadeira mais uma vez só foram reveladas na hora, duplas foram montadas previamente pelo professor Augusto de forma a deixar a disputa equilibrada, e o percurso foi a volta de 2.600 metros do parque.

Todos, ou quase todos, fantasiados foram conhecendo seus parceiros e as regras que consistia em o primeiro integrante corria uma volta no parque, saia para o ponto de revezamento onde o parceiro estaria esperando sem um pé de tênis, pegaria um saco de estopa(feijão, ou sei lá o que), tinha que andar 50 metros pulando no saco, passar por baixo de uma fileira com fantasmas, ultrapassar obstáculos por cima e por baixo e depois ainda responder uma dificílima pergunta matemática, depois de tudo isso, precisava encontrar dentro de uma caixa o par de tênis da sua dupla, entregar ao companheiro que após calçá-lo sairia para a sua volta. Cada um da dupla teve que dar duas voltas.

Minha dupla foi com o Antonio e assim fizemos a Dupla Antonio e Colucci(qualquer semelhança é mera coincidência) e fomos os primeiros a completar o percurso recebendo o troféu de Campeão das mãos do Morte.

Valeu Parceiro, foi um prazer conhecê-lo e legal demais ganhar mais um aniversário da Corre Brasil.

Minha fantasia foi ideia do meu filho e dono da fantasia, só que com ele fica bonitinho, era o Lego NinjaGo, só que deixei a espada em casa e coloquei uma toca bem Ninja. Durante a corrida, os transeuntes do parque me chamavam de Batman. Acho que o pequeno perdeu a capa e vai nascer agora o Batman-Aranha.

Parabéns Corre Brasil, Prof. Augusto, Wal e os professores, alunos e amigos.

Já confirmei minha presença nos próximos aniversário até a edição de 100 anos.

FOTOS dos Malucos em http://facebook.com/CorridasColucci13

#aisim Colucci13     
@antoniocolucci     
IG @antoniocolucci_13

Sobre Antonio Colucci

Um corredor que escreve, 'RunPorter' e Pai do Diego. Correndo desde 2004; Escrevendo desde 2007; Pai do Diego desde 2008; Maratonista desde 2009.

Veja também

23ª Meia Maratona Internacional do Rio 2019

Chegou a hora da 23ª Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro. CONFIRA e Nos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Concorra inscrições de provas, camisetas e brindes.

Cadastre-se na nossa newsletter e saiba de tudo .

Obrigado! Foi enviado um email de confirmação para você.