domingo , 21 julho 2019
Meia Maratona do Rio 2019 topo

Publicidade

  • Maratona de São Paulo 2016 - Fotos: Sérgio Shibuya/MBraga

  • Maratona de São Paulo 2016 - Fotos: Sérgio Shibuya/MBraga

  • Maratona de São Paulo 2016 - Fotos: Sérgio Shibuya/MBraga

  • Maratona de São Paulo 2016 - Fotos: Sérgio Shibuya/MBraga

  • Maratona de São Paulo 2016 - Fotos: Sérgio Shibuya/MBraga

  • Maratona de São Paulo 2016 - Fotos: Sérgio Shibuya/MBraga

  • Maratona de São Paulo 2016 - Fotos: Sérgio Shibuya/MBraga

Ínicio / Corridas / Maratona / Festa Queniana na Maratona de São Paulo 2016

Festa Queniana na Maratona de São Paulo 2016

Da assessoria de Imprensa Maratona SP 2016/Yescom

 

Quenianos vencem a 22ª Maratona Internacional de São Paulo

Paul Kimutai e Alice Kibor foram os melhores neste domingo. Pelo Brasil, Giovani dos Santos termina em segundo e Marizete Moreira em quarto

São Paulo (SP), 24/04/16 – Deu Quênia na 22ª Maratona Internacional de São Paulo, a mais importante prova do gênero do calendário nacional, realizada na manhã quente deste domingo (24), na capital paulista. Paul Kimutai e Alice Kibor venceram a disputa e mantiveram a hegemonia estrangeira da competição – não perdem desde 2013 no masculino e 2011 no feminino. Paul completou os 42,195 metros por ruas e avenidas da cidade, com largada e chegada no Obelisco do Ibirapuera, com o tempo de 2h17min14seg, nove segundos à frente do brasileiro Giovani dos Santos, 2h17min23seg, enquanto Gilberto Lopes ficou com o terceiro lugar, com 2h19min43seg.

Já entre as mulheres, Alice, que fez sua estreia em eventos no país, marcou o tempo 2h35min56seg, seguida por Jane Jelagat, 2h38min37seg, e Carolyne Komen, vencedora no ano passado, com 2h38min48seg. Marizete Moreira da Silva, bicampeã da prova, terminou na quarta colocação, com 2h51min55seg. Ao todo, 17 mil corredores e caminhantes participaram do evento, divididas pelas provas de 42,1 km, 15 milhas, 5 milhas e uma caminhada de 2 milhas, confirmando a força da disputa no cenário nacional.

A 22ª edição da Maratona de São Paul, foi disputada sob um forte calor. Mesmo assim, os corredores fizeram bonito na manhã ensolarada de domingo, para alegria do público ao longo do percurso. No masculino, Paul e Giovani duelaram na parte final da prova, mas o queniano acabou escapando nos últimos metros para garantir a vitória, a 13ª de estrangeiros na história da prova.

“Foi uma prova boa, mas muito dura. Além do calor, o Giovani foi um grande adversário, que valorizou muito minha vitória. Estou feliz por vencer esta maratona tão importante e de uma forma tão boa”, destacou Paul, que foi vice-campeão da Volta Internacional da Pampulha no ano passado. “Pretendo voltar no ano que vem para tentar o bicampeonato”, encerrou.

Giovani dos Santos também era só alegria. Afinal, foi a primeira vez que completou a Maratona de São Paulo e ainda brigando pelo primeiro lugar. “Mais do que terminar, o importante foi ter um grande desempenho. Queria ter vencido, mas acabei sentindo um pouco no final. Estou muito feliz com o resultado e o duelo com o Paul foi muito bom, pois mostra que estamos ficando cada vez mais perto dos estrangeiros”, declarou o corredor mineiro, que venceu a Pampulha no ano passado com Paul chegando em segundo.

Mulheres

Alice Kibor veio pela primeira vez ao Brasil e já chegou vencendo. Com um currículo vitorioso, que inclui o título da Maratona do Kilimanjaro deste ano e o vice na Maratona de Berlim em 2014, ela acabou confirmando seu favoritismo nas ruas de São Paulo, vencendo com boa vantagem. “Gostei muito de correr aqui em São Paulo. O percurso é bom e o público incentiva o tempo todo. Quero voltar mais vezes” disse Alice, após a vitória neste domingo.

Bicampeã da prova, 2009 e 2010, a brasileira Marizete Moreira foi a melhor brasileira neste ano. “Queria vencer, mas ainda estou fora de ritmo. Também teve a morte do meu pai na semana passada, que acabou mexendo comigo. Mas foi um bom resultado diante da força das adversárias e de tudo que passei”, afirmou a atleta, que no ano passado terminou em quinto.

Resultados da 22ª Maratona Internacional de São Paulo

Masculino
1) Paul Kimutai (Quênia), 2h17min14seg
2) Giovani dos Santos (Brasil), 2h17min23seg
3) Gilberto Silvestre Lopes (Brasil), 2h19min43seg
4) Robert Kipchumba (Quênia), 2h20min09seg
5) Vagner da Silva Noronha (Brasil), 2h24min35seg

Feminino
1) Alice Kibor (Quênia), 2h35min56seg
2) Jane Jelagat Seurey (Quênia), 2h38min37seg
3) Carolyne Komen (Quênia), 2h38min48seg
4) Marizete Moreira dos Santos (Brasil), 2h51min55seg
5) Simone Ponte Ferraz (Brasil), 2h57min54seg

Cadeirantes

Masculino
1) Heitor Mariano dos Santos (Brasil), 1h58min12seg
2) Carlos Pierre de Jesus (Brasil), 2h24min15seg
3) Jaciel Paulino (Brasil), 2h27min91seg

Feminino
1) Maria de Fátima Chaves (Brasil), 2h17min57seg
2) Vanessa Cristina de Souza (Brasil), 2h29min31seg

Todos os campeões da Maratona de São Paulo (Masculino / Feminino)

2016 – Paul Kimutai (Que), 2h17min14seg/Alice Kibor (QUE), 2h35min56seg
2015 – Asbel Kipsang (QUE), 2h15min15/Carolyne Komen (QUE),2h35min51
2014 – Paul Kangogo (QUE), 2h14min16/Rumokol Chepkanan (QUE), 2h42min27
2013 – Stanlei Koech (QUE), 2h16min07/Samira Raif (MAR), 2h38min23s
2012 – Solonei da Silva (BRA),2h12min25s/Rumokol Chepkanan (QUE),2h31min31s
2011 – David Kemboi (QUE), 2h11min53s/ Samira Raif (MAR), 2h36min01
2010 – Stanley Biwott (QUE), 2h11min21s/Marizete Moreira (BRA), 2h39min26s
2009 – Elias Chelimo (QUE), 2h13m59s/ Marizete Moreira (BRA), 2h42m24s
2008 – Claudir Rodrigues (BRA), 2h17m07s/Mª Zeferina Baldaia (BRA), 2h42m20s
2007 – Reuben Chepkwek (QUE), 2h16m05s/ Jacqueline Chebor (QUE), 2h40m12s
2006 – Rotich Solomon (QUE), 2h15m15s/ Margaret Karie (QUE), 2h39m24s
2005 – José Teles (BRA), 2h19m47s/ Márcia Narloch (BRA), 2h40m39s
2004 – Frank Caldeira (BRA), 2h17m30s/ Margareth Karie (QUE), 2h40m10s
2003 – Genilson da Silva (BRA), 2h16m26s/Mª do Carmo Arruda (BRA), 2h39m12s
2002 – Vanderlei de Lima (BRA), 2h11m19s/ Mª Zeferina Baldaia (BRA), 2h36m07s
2001 – Stephen Rugut (QUE),2h14m30s/ Marizete Rezende (BRA), 2h38m57s
2000 – David Ngetich (QUE), 2h15m21s/ Márcia Narloch (BRA), 2h40m15s
1999 – Paul Yego (QUE), 2h15m29s/Márcia Narloch (BRA), 2h37m20s
1998 – Diamantino dos Santos(BRA), 2h16m55s/ Viviany Oliveira (BRA), 2h39m58s
1997 – Kipkemboi Cheruiyot (QUE), 2h17m07s/ Viviany Oliveira (BRA), 2h42m13s
1996 – Chalam El Maali (MAR), 2h15m21s/ Janete Mayal (BRA), 2h41m40s
1995 – Luiz A. dos Santos (BRA), 2h17m11s/Ilyna Nadezhda (RUS), 2h49m33s

A Maratona de São Paulo têm realização e organização da Globo e Yescom, com promoção e transmissão da Globo, SporTV, Esporte Espetacular, GloboEsporte.com e Euatleta.com. O patrocínio é de Caixa e Fila, com apoio da Água de Coco Obrigado, Montevérgine, Café 3 Corações, Probiótica, Água Bioleve, Isotônico Biosport, Garmim, Maçãs Turma da Mônica, Velocità, Cânfora Bravir, Revista Contra Relógio e Revista Runner’s World. O apoio especial é da Prefeitura de São Paulo, através da Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação, São Paulo Convention & Visitors Bureau, Governo de São Paulo, através da Secretaria de Esportes, Lazer e Juventude. A supervisão está a cargo da IAAF, CBAt, AIMS e FPA.

Mais informações no site oficial, www.maratonadesaopaulo.com.br

Consultoria de Comunicação da Yescom:
MBraga Comunicação

Sobre Antonio Colucci

Um corredor que escreve, 'RunPorter' e Pai do Diego. Correndo desde 2004; Escrevendo desde 2007; Pai do Diego desde 2008; Maratonista desde 2009.

Veja também

Bota Pra Correr Olympikus – #BotaPraCorrer

BLOG DO COLUCCI Bota para correr? Será que agora vai ter alguma BOTA de corrida? …

Concorra inscrições de provas, camisetas e brindes.

Cadastre-se na nossa newsletter e saiba de tudo .

Obrigado! Foi enviado um email de confirmação para você.