quarta-feira , 23 outubro 2019
Maratona Sorocaba topo

Publicidade

Ínicio / Corridas / Corrida de Rua / 10 km / 1° Circuito de Verão Corredor Verde Santo André

1° Circuito de Verão Corredor Verde Santo André

Terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

No último domingo, em Santo André aconteceram as corridas de 5 kms e 10 kms do Corredor Verde no 1º Circuito de Verão. A ideia da prova era sensacional, corrida com preço acessível e premiação com troféus para os cinco primeiros homens e mulheres mais rápidos e com premiação para os cinco primeiros em cada categoria de faixa etária separados de cinco em cinco anos.

Com essa proposta a lotação foi preenchida rapidamente e a expectativa aumentando a cada dia.
Nos dias que antecederam a prova foi anunciado o local para retirada dos kits, um tanto longe do local da prova(algo muito comum nas grandes provas da capital e muito ruim para os corredores, os consumidores do produto corrida) e na entrega dos kits o local era pequeno com poucos staffs atendendo a grande procura. Eu não fui retirar o meu kit, mas o portador e parceiro do BlogeRun relatou essa dificuldade. Nem vamos entrar na quesito “qualidade da camiseta” da prova que de tão ruim é conhecida entre os corredores como “rala teta” ou “arranca mamilos”.

A parte boa do kit era a cor diferenciada dos números de cada prova, azul para os 5kms, amarelo para os 10kms e rosa para a caminhada.

O percurso plano, ou quase plano em voltas é legal, uma disputa interessante em duas voltas para os 5 kms e três voltas para os 10 kms e com tapetes de verificação dos chips nos retornos para pegar os espertinhos cortadores de caminho. Mas, como tudo teve alguma critica, não podia faltar a do percurso, no trajeto de volta a pista não estava totalmente fechada para a corrida e nós corredores tivemos que dividir perigosamente o espaço com carros e muitos caminhões que transitavam pela lateral direita separados por cones espaçados. A segurança dependia muito de cada um, dentro dos cones não tinha tanto perigo, mas tinha um trânsito gigantesco, fora dos cones tinham os caminhões e no percurso todo a fumaça dos gigantes de ferro tomavam conta do espaço.
Bem desagradável acelerar com essa cortina de fumaça.

Se a pista fosse toda bloqueada para a corrida, teríamos mais espaço para desenvolver o ritmo e zero fumaça, motores, rodas e perigo.

A hidratação na corrida dos 5kms foi ótima para mim. Pelas redes sociais vi algumas reclamações sobre esse ponto principalmente na prova de 10kms, que a água estava quente.

As largadas separadas foi uma ótima solução para diminuir o problema da quantidade de corredores, isso acontece em grandes circuitos e ninguém reclama, mas teve muitas reclamações também quanto a isso, falaram que era muito tarde correr 10kms às 08:30, mas esqueceram que a MAIOR corrida do país tem 15kms, no verão, larga às 09:00(já foi 16:00), falta água, falta tudo, tem 10 vezes mais corredores, custa três vezes mais caro, esgota cinco vezes mais rápido, porém a foto com a medalha tem mais curtidas na rede e o ano novo começa com superação.

Nesse ponto eu acho que falta coerência e bom senso.

Eu gosto de correr com calor, com sol e quanto mais tarde for a largada mais tempo eu tenho para dormir. Sou a favor que todas as corridas de até 15kms larguem às 08:30/09:00, meia maratona às 08:00 e maratona entre 07:30 e 08:00. Quem gosta de correr no frio, tem muitas boas opções fora do Brasil que é um país tropical abençoado por Deus.

Um grande problema foi a logística de posicionamento do pórtico de largada/chegada e o local da entrega das medalhas, águas, frutas e o palco que só ocupou o pouco espaço e que só serviu para apoiar as caixas de som e o locutor. Esse péssimo planejamento causou uma fila de quase 1km para quem correu os 5kms em mais de 35 minutos(até esse tempo não teve fila ou confusão).
Bem desagradável, mas o tempo que fiquei ao lado dessa fila, vi poucos reclamando, o que faltou foi o posto de água ser ali, logo após o pórtico de chegada, na verdade, se tivessem invertido as posições colocando o kit pós prova, água e medalha logo após a chegada, não daria tempo de ter fila que era especialmente causada pelo aperto na calçada para passar por trás do palco(Depois mando a conta da consultoria).

No percurso de voltas, faltaram as placas marcando cada km, uma referência para todos, e o absurdo foi na chegada dos primeiros colocados que não tinham a informação de como chegar no pórtico depois de desviar dos corredores mais lentos ainda na primeira volta. Essa confusão causou a troca de posições no pódio com ultrapassagem nesse momento.

Enquanto corrida INCLUSIVA, participativa para os muitos novos corredores e caminhantes o que deixou a desejar foi a camiseta que não é aconselhável para o uso, mas todos estavam comemorando a conquista. Os mais experientes acharam mais defeitos, reclamaram e foram embora insatisfeitos e os mais rápidos, um grande número que foi visando um lugar no pódio, que acelerou para conquistar um troféu, muito bonito por sinal e com tamanhos diferenciados para cada posição, esses tiveram problemas sérios. A parte competitiva da prova deixou a desejar, só pode ser elogiada a existência dos tapetes no percurso para pegar eventuais espertinhos ou pessoas que desistiram de dar todas as voltas e pararam antes, no mais a cronometragem foi toda atrapalhada, a divulgação dos resultados confusa e demorada, os erros foram apontados na hora e não havia sequer uma pessoa com o mínimo de vontade para resolver.

Saímos já passado do meio-dia do local e nem tinha começado a premiação dos 10kms nas categorias.
A premiação por faixa etária da prova de 5km foi iniciada com os primeiros colocados no Geral INCLUIDOS nas faixas, algo que não deveria acontecer, foi avisado a tempo, mas não resolvido como deveria. A bagunça generalizou, demorou ainda mais e nada foi resolvido. O resultado oficial foi publicado na internet com todas as informações erradas onde o campeão conseguiu ser o segundo colocado na categoria(oi?), e só foi corrigida depois que enviei uma reclamação, a resposta ainda não chegou, mas a lista foi corrigida.

Faltou boa vontade de todas as partes. E continua faltando o respeito com os corredores, clientes e principalmente com quem quer ajudar e nem resposta consegue.

Faltou a simples e rápida conferência por parte da Federação Paulista de Atletismo que arbitrou a prova, faltou o posicionamento imediato da empresa de cronometagem assumindo e corrigindo a falha e faltou alguém da organização assumir o problema e resolver de uma forma simples e precisa.

Esse post demorou para ser publicado porque continuo esperando as respostas da Organização da prova, da Chiptiming(empresa de cronometragem) e da Federação Paulista de Atletismo.

A Federação Paulista de Atletismo respondeu que o fechamento do trânsito foi conforme a determinação do departamento de trânsito da cidade de Santo André, que a apuração e homologação dos resultados conferida a ela é somente para a premiação GERAL conforme norma da CBAt, e que no caso de provas com premiação por categoria ela somente auxilia o organizador/empresa de cronometragem, não sendo de sua responsabilidade aferir os resultados. Quanto ao não acompanhamento dos primeiros colocados na prova de 10km, uma das motos disponibilizadas teve problemas e a última volta ficou sem árbitro.

A empresa Chiptiming corrigiu o resultado, ficou de responder sobre a confusão e até agora não recebemos esse retorno.

A organizadora da prova se dispôs a responder as questões, mas até o momento também não se pronunciou.

Infelizmente, falta muita boa vontade e respeito para que os consumidores possam reclamar os seus direitos, isso acontece no país inteiro e em todas as áreas, por que deveríamos esperar algo diferente em nosso esporte?

Sobre o Circuito do Corredor Verde, a ideia é ótima, a execução deixou muito a desejar, espero que tenham as outras etapas previstas com os ajustes necessários e que a premiação por categorias e no geral continue para os 05 primeiros, sem tantas trapalhadas.

Foi a minha sexta corrida no ano 2016, corri os 05 kms, fotografando com a Tom Tom Bandit, conquistei a quarta colocação na categoria TIOZINHO e assisti e fotografei a prova dos 10 kms.

As ótimas imagens estão disponíveis na FanPage Blog e Run  Curta e Marque os amigos!!!

#BlogeRun2016
#Colucci

 

Sobre Antonio Colucci

Um corredor que escreve, 'RunPorter' e Pai do Diego. Correndo desde 2004; Escrevendo desde 2007; Pai do Diego desde 2008; Maratonista desde 2009.

Veja também

Nike Zoom Squad rumo a Chicago

Preparação + Maratona de Chicago + Nike + Zoom Squad Confira as novidades dessa turma …

Concorra inscrições de provas, camisetas e brindes.

Cadastre-se na nossa newsletter e saiba de tudo .

Obrigado! Foi enviado um email de confirmação para você.