sexta-feira , 23 agosto 2019

Publicidade

Ínicio / Blog do Colucci / Maratona em menos de 02 horas. Será?

Maratona em menos de 02 horas. Será?

BLOG e RUN –  Qual será o limite para o ser humano?

Correr a distância da Maratona em menos de 02 horas é o sonho dos grandes atletas e das grandes marcas esportivas, é um assunto que hora ou outra volta a discussão, envolve especialistas de todas as áreas, cada um levantando a sua bandeira para melhorar o desempenho do ser humano e realizar essa proeza.

Os que chegam mais próximo a realidade são os especialistas de internet, verdadeiros mágicos em espalhar boatos e absurdos que se proliferam como vírus, invadindo espaços que não foram convidados com suas teorias contra ou a favor de alguém.

Na verdade, esses “especialistas” só querem aparecer e as vezes prejudicar pessoas ou marcas com suas verdades absolutas. Uma triste realidade que vem junto com o pacote da modernidade online. Para filtrar e eliminar esses “vírus” só existe um anti-vírus, o bom senso.

Agora, voltando aos que estão trabalhando arduamente, desenvolvendo teorias e testando na prática novidades para melhorar a performance na corrida, esses trabalham em pesquisas há tempos para conseguir melhoras de míseros segundos nas pistas e provas de rua.

Ronaldo da Costa foto: internet

Em 1998, quando o brasileiro Ronaldo da Costa(foto ao lado – tempo que até os dias atuais é o recorde brasileiro e sul-americano) bateu o recorde dos 42.195 metros da maratona  em Berlim correndo todos os kms abaixo de 3 minutos muitos acharam que esse seria o limite para o corpo humano e de lá para cá o que vimos foi uma avalanche de quebras desse recorde e um número incrível de corredores, africanos, correndo tranquilamente abaixo de 2:06 em variados percursos provando que o limite para o ser humano ainda não foi alcançado.

As marcas esportivas desenvolvem produtos para que esses recordes sejam quebrados, o mundo todo está de olho nesses extra-terrestres em forma de gente com roupa de corrida e a cada ano que entra novas teorias aparecem sobre quando que uma maratona será corrida abaixo de 02 horas.

Se fosse simplesmente matemática seria fácil resolver visto que correr a metade do percurso abaixo da metade do tempo(01 hora) é rotina para muitos africanos e já deixou de ser sonho para não africanos há pelo menos 10 anos.

A novidade da semana em busca desse número mágico veio dos EUA com a Nike que anunciou o investimento com esse ÚNICO objetivo e que em 2017 anunciará a data e local que buscarão quebrar essa marca.

Dennis Kimettofoto: internet

Se é só marketing ou se realmente esses velozes corredores vão dizimar o atual recorde mundial da distância(02:02:57Dennis Kimetto com adidas em Berlim 2014) e em que condições isso acontecerá fica para as cenas dos próximos capítulos, enquanto isso continuamos a programação normal sendo invadido por especialistas em internet com suas teorias da conspiração, verdades absolutas e muitas informações falsas.

O importante é correr com prazer e dentro dos próprios limites.

Abaixo a informação oficial da Nike sobre o projeto Breaking 2, estrelado por Eliud Kipchoge do Quênia, Lelisa Desisa da Etiópia e Zersenay Tadese da Eritreia.

 

NIKE APRESENTA:

BREAKING2

Um projeto que pretende baixar para menos de duas horas o tempo de corrida da maratona

No dia 12 de dezembro, a Nike apresentou o Breaking2, um projeto grandioso e inovador que tem o objetivo de impulsionar o potencial humano. À semelhança de qualquer sonho ousado, o Breaking2 tem um objetivo audacioso: atingir uma marca inferior a duas horas em uma maratona.

Muita gente diz que isso é impossível: seria necessário reduzir em 3% o atual recorde mundial masculino, que é de 2:02:57. Mas a Nike adora esse tipo de desafio, e acredita que o impossível é, na verdade, uma oportunidade de vislumbrar o futuro do esporte.

Para ajudar a atingir a marca inferior a duas horas numa maratona, a Nike vem trabalhando com uma equipe de líderes em diferentes áreas da ciência e do esporte, com uma abordagem ampla em relação aos atletas, produtos, ao treino, à nutrição e ao meio ambiente.

O projeto Breaking2 permite descobrir se o impossível está ao alcance das mãos. Trata-se de uma representação perfeita da missão da Nike: trazer inspiração e inovação para todos os atletas do planeta.

A MISSÃO

Em 1954, Sir Roger Bannister foi o primeiro a correr 1,6 quilômetro em menos de 4 minutos. Ele não apenas bateu um recorde: Bannister redefiniu o que os atletas eram capazes de fazer e deu confiança para que outros esportistas tentassem o mesmo feito.  Em pouco mais de um ano, 24 corredores seguiram o caminho aberto por ele.

Essa bela história mostra que a inspiração – uma crença firme em um objetivo impossível – sustenta o potencial humano. O próprio Bill Bowerman, cofundador da Nike e renomado treinador de atletismo, disse certa vez: “o verdadeiro objetivo da corrida não é vencer a prova, e sim testar os limites do coração humano”.

Na essência, o projeto Breaking2 é muito maior do que uma maratona.

A tentativa de correr abaixo da marca de duas horas desafia as percepções sobre a capacidade dos atletas, zera as expectativas existentes em relação aos produtos e abre as portas para que a Nike obtenha informações preciosas junto aos esportistas. Essas lições se aplicam a tudo o que a marca faz, incluindo produtos e serviços, com a proposta permanente de atender a todos os atletas. O único fracasso seria não tentar atingir um objetivo tão ousado.

OS ATLETAS

Para chegar à marca inferior a duas horas, é preciso reduzir em 7 segundos o tempo de cada um dos 42 quilômetros e 195 metros da maratona. Trata-se de um salto imenso até mesmo para os melhores corredores do mundo.

A Nike dedicou bastante tempo à tarefa de identificar três atletas de elite perfeitamente equipados (e corajosos o bastante) para enfrentar o desafio: Eliud Kipchoge, do Quênia; Lelisa Desisa, da Etiópia; e Zersenay Tadese, da Eritreia. Todos estão prontos para tentar atingir o impossível e correr uma maratona em menos de 2 horas. Esses atletas não têm medo do desconhecido – eles o encaram de frente.

ELIUD KIPCHOGE

Eliud Kipchoge tem 32 anos e nasceu no dia 5 de novembro em Kapsisiywa, no distrito Nandi, no Quênia. Ele ganhou medalhas olímpicas e venceu campeonatos mundiais.  Kipchoge começou a correr depois que terminou o Ensino Médio, após passar anos observando seu treinador e mentor, Patrick Sang – seu técnico até hoje.

Em 2003, Kipchoge estreou nas provas de fundo depois de bater o recorde mundial da prova júnior de 5.000 metros no Campeonato Mundial de Cross Country da IAAF. Naquele mesmo ano ele se sagrou campeão no mundial de atletismo. Em 2012, fez a melhor marca da meia maratona: 59:25.

Nos Jogos de Atenas, em 2004, Kipchoge ganhou o bronze nos 5.000 metros. Em Pequim, 2008, ficou com a prata na mesma prova. Mais recentemente, garantiu o ouro na maratona masculina das Olimpíadas de 2016, no Rio.

Kipchoge diminuiu em 5 segundos a própria marca na maratona depois de terminar a prova de Berlim em 2:04:00. Em 2016 ele melhorou esse tempo ainda mais, batendo um novo recorde na Maratona de Londres e vencendo a corrida em 2:03:05.

ZERSENAY TADESE

Zersenay Tadese tem 34 anos e nasceu no dia 8 de fevereiro em Adi Bana, Eritreia. Ao ganhar o bronze nos 10.000 metros nos Jogos de Atenas, em 2004, ele se tornou o primeiro medalhista olímpico de seu país. Tadese foi também o primeiro atleta da Eritreia a vencer o Campeonato Mundial, garantindo o primeiro lugar na prova de 20 quilômetros no torneio de 2006 de corrida em estradas, promovido pela IAAF.

Tadese venceu quatro vezes seguidas o Campeonato Mundial de Meia Maratona, entre 2006 e 2009, e em 2012 garantiu o primeiro lugar mais uma vez. Em 2010 ele bateu o recorde mundial na Meia Maratona de Lisboa, e ganhou um ouro, uma prata e dois bronzes no Campeonato Mundial de Cross Country da IAAF. Tadese participou de quatro edições dos Jogos Olímpicos, em 2004, 2008, 2012 e 2016.

Em 2009 ele se tornou o segundo homem a ganhar três medalhas no Mundial de Atletismo, em três tipos de pista diferentes, num único ano. Tadese é o atual recordista mundial da meia maratona, com uma marca de 58:23. Seu irmão, Kidane Tadese, também é um fundista profissional.

LELISA DESISA

Lelisa Desisa tem 26 anos e nasceu no dia 14 de janeiro em Shewa, Etiópia. No início da carreira, ele fazia sobretudo corridas em estradas. Desisa foi descoberto em 2010, quando correu a meia maratona internacional Zayed, em Abu Dhabi, em menos de 60 minutos – o que lhe garantiu a terceira colocação. Ele já venceu diversas corridas importantes, como a Boilermaker 15K, a Cherry Blossom de 16 quilômetros, a Bolder Boulder 10K e a Meia Maratona de Nova Deli.

Desisa estreou na maratona em 2013, em Dubai, com uma marca de 2:04:45. Em 2013 ele venceu a Maratona de Boston. Após o atentado durante a prova, ele decidiu devolver a medalha à cidade como forma de homenagear todas as vítimas. Em 2015 Desisa venceu novamente a Maratona de Boston, com um tempo de 2:09:17; no ano seguinte, ficou em segundo lugar.

a equipe

A Nike está sempre em busca de obstáculos a serem superados. A ideia de correr a maratona em menos de duas horas já foi considerada mais de uma vez. Alimentada por uma duradoura paixão pela corrida, a Nike começou a trabalhar em 2013 num calçado que apresentasse soluções específicas para a maratona. Um ano mais tarde, o esforço acabou se transformando num compromisso sólido com a diminuição da marca para menos de 2 horas, levando à criação da equipe Breaking2.

O grupo inclui especialistas de todo o mundo nas áreas de biomecânica, treinamento, design, engenharia, desenvolvimento de materiais, nutrição e psicologia e fisiologia do esporte. O alinhamento dos diversos conhecimentos da equipe tem como objetivo aprimorar o desempenho, ao nível molecular. Para fazer isso, os especialistas vivem obcecados com todos os detalhes do projeto Breaking2 – das condições climáticas às camisetas que vão permitir a Kipchoge, Tadese e Desisa levar seu potencial ao máximo.

A INOVAÇÃO

Para fazer a prova perfeita, os atletas precisam dos produtos mais inovadores. Este é um dos principais fundamentos do Breaking2 – e, neste ponto, a Nike oferece os melhores benefícios para alto desempenho. Depois de anos de pesquisas abrangentes e muito desenvolvimento, o Breaking2 vai estrear um sistema revolucionário e inovador, capaz de elevar o desempenho de qualquer corredor.

a tentativa

Para correr mais rápido do que nunca, cada segundo será otimizado levando em consideração todos os detalhes da pista e das condições.

A data e o local da tentativa de correr a maratona em menos de duas horas serão revelados no ano que vem.

 

Fonte: assessoria de imprensa Nike

Fotos: Nike

As cartas estão lançadas, o time foi escalado, o anúncio OFICIAL está feito, só nos resta aguardar e torcer.

Será que teremos essa novidade bombástica em 2017?

SempreCorrendo.com.br

Sobre Antonio Colucci

Um corredor que escreve, 'RunPorter' e Pai do Diego. Correndo desde 2004; Escrevendo desde 2007; Pai do Diego desde 2008; Maratonista desde 2009.

Veja também

23ª Meia Maratona Internacional do Rio 2019

Chegou a hora da 23ª Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro. CONFIRA e Nos …

Concorra inscrições de provas, camisetas e brindes.

Cadastre-se na nossa newsletter e saiba de tudo .

Obrigado! Foi enviado um email de confirmação para você.